LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

terça-feira, 21 de abril de 2009

Gabeira, paladino da ética, surrupia passagens do congresso

Vi, li e recomendo.

essa matéria está no seguinte endereço:

http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2009/04/gabeira-paladino-da-etica-surrupia.html

Mais um bastião da ética e da moralidade é flagrado surrupiando passagens aéreas, que seriam apenas para uso profissional do parlamentar.

O deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) promete realizar na próxima quarta-feira (22) um discurso para reconhecer o "ERRO" ao ceder passagens aéreas para familiar viajarem ao exterior.

Gabeira foi um dos líderes do recente movimento conhecido como "grupo ético" do Congresso.

O deputado disse que não revelará os beneficiários da sua cota pessoal, dizendo que a emissão das passagens é sua responsabilidade e que os passageiros não devem ser envolvidos em escândalos.

Há controvérsias. Depende de quem seja o beneficiário. Caso fosse alguém de nome Fernando Henrique Cardoso, por exemplo, os passageiros devem ser envolvidos no escândalo. Se for um jornalista também, porque trata-se do popular jabá.

Porém, Gabeira adiantou alguma coisa, e disse "acreditar" ter usado bilhetes da cota de seu gabinete na Câmara para "possivelmente duas" viagens de uma filha ao exterior. O destino seria Miami (EUA).

Na capa da revista Veja, em setembro de 2006, Gabeira é apresentado com guerrilheiro (ué... para a Veja não ele não era "terrorista"?)... que se tornou um PALADINO DA ÉTICA e da lucidez na política brasileira:


O que é "erro" para Vª Excelências, se fosse praticado por nós, pobres mortais, seria enquadrado ou como apropriação indébita (reclusão de 1 a 4 anos, de acordo com o dódigo penal), ou fraude.

Se um síndico de um condomínio, compra mais material de construção do que precisa para uma obra no prédio (mesmo que dentro da verba aprovada), e desvia o material "sobrado" para reformar a sua casa particular ou de um parente ou "amigo", seria chamado de LADRÃO na linguagem popular.

Qual é a diferença no caso das passagens surrupiadas?

Nenhum comentário: