LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

sexta-feira, 10 de abril de 2009

Resposta a Flávio Franco

Há alguns dias fiz o comentário abaixo em um blog aqui de Ipiaú sobre a merenda escolar.Ontem fazendo uma pesquisa do meu nome no google encontrei essa resposta do amigo/adversário Flávio Franco. Mandei para ele a resposta via e-mail; não sei se ele vai publicá-la, acho que sim, pois é muito polêmico, mesmo assim resolvi colocar também aqui, talvez assim eu comece a dar um enfoque local ao meu blog.


http://www.ipiaunoticias.com/2009/03/elinalva-nos-ajude.html

“Colocar no papel é fácil, difícil é colocar à mesa (das crianças) é claro!
Estou torcendo para que seja verdade, afinal ficaria triste em saber que as crianças continuarão comendo pipoca e salgadinhos de milho”.

PS :Aproveito para lhe pedir , voce que é do PT e amiga da direção do HGI, que eles coloquem médicos diaristas nas quartas , sábados , domingos e feriados , pois tem sido uma queixa imensa da população , que me faz inúmeras denuncias tocando neste assunto.Felizmente a imoralidade dos dentistas a Secretaria até que enfim tomou uma decisão.Falta tão somente ser colocado em prática. Quando será que a Sesab vai mandar o gabinete odontológico?

Portanto , como cidadãos eu e voce , temos que fiscalizar e ao mesmo tempo denunciar. Agora como amigo lhe digo: é melhor comer pipoca e salgadinho de milho, que morrer por falta de atendimento médico.


Flávio,

Não sou leitora (assídua) do seu blog, portanto, somente hoje é que vi o recado que você me mandou. Você diz que faltam médicos diaristas, fala da imoralidade dos dentistas e cobra o gabinete odontológico. Concordo com você quanto à necessidade de mais médicos, mas, se você fizer uma análise desprovida de partidarismo político, verá que muito já foi feito para amenizar esse problema, desde a reestruturação física do HGI até a contratação, mesmo via REDA, para suprir as diversas áreas de pessoal. Quem melhor que Drª Juçara, sua esposa, para saber como é difícil lidar com a classe médica, incluo aí a enfermagem também, pois ela vivenciou isso quando lá esteve como Coordenadora dessa área. Aproveite e peça a ela para fazer uma comparação de como era e como está agora. Ainda não se atingiu o ideal, mas o propósito é melhorar sempre mais. Apesar de um médico, meu amigo, um dia ter-me dito: “quanto mais se faz, mais aparece gente para ser atendida e aí o que foi feito continua a ser pouco”.

Desconheço a imoralidade que você imputa aos dentistas, pois pelo que me consta há documentação de todos os trabalhos por eles realizados em seus consultórios, em atendimento a pacientes encaminhados pelo HGI. Uma das maiores lutas de Dr. Adilson Duarte foi trazer o gabinete odontológico para o hospital, para, dessa forma, os dentistas credenciados pelo Estado lá atenderem. Estamos aguardando a sua chegada, pois Adilson se foi, mas sua luta ainda continua. Sugiro que você converse com algum ou alguma dentista que você conheça, goste e acredite, vinculada ao HGI, e peça informações de como funciona o sistema de trabalho, que com certeza irá mudar após a chegada do consultório Odontológico.

Outras providências em relação ao HGI continuam sendo tomadas pela Diretora Aline que vem dando continuidade aos trabalhos iniciados por Adilson. E, o que depender de mim e do PT de Ipiaú estaremos sempre juntos acompanhando os trabalhos e buscando soluções para melhorar o atendimento à população.

Você se lembra que nem parto normal se fazia no HGI antes do Dr. Adilson? Que os médicos, funcionários da SESAB nem apareciam para pegar os contra-cheques? Que os plantonistas quando apareciam pouco se importavam com os pacientes? Que o hospital deveria funcionar com 50 leitos e nem 25 estavam funcionando? Que os diretores anteriores pouco apareciam lá? Que existiam 2 ambulâncias em estado precário e uma delas (a em pior condições) ficava na mão de um funcionário que a utilizava mais para fazer campanha política? Que os aparelhos próprios das salas de cirurgias e parto estavam se deteriorando? Que havia infiltrações em quase todas as áreas do hospital com goteiras principalmente na área de cirurgia e parto? Que o cupim estava comendo todas as portas daquela área? Que o sistema elétrico estava quase todo comprometido pelas infiltrações? Que felizmente ainda existiam funcionários abnegados que aos troncos e barrancos trabalhavam mesmo com esses problemas todos? E que ainda existem muitos que torcem para que tudo dê errado? - Nem precisa dizer, mas, toda regra tem excessão!

Então Flávio, é muito bom e fácil jogar pedra no telhado dos outros, que o diga Dr. Deraldino lá na prefeitura, não é mesmo?

Quanto às crianças continuarem a comer pipoca e salgadinhos, com certeza não morrerão por isso lá no HGI, pois a morte será lenta e o que morrerá primeiro serão os neurônios, pois, desprovidas de alimentação básica perderão a capacidade de pensar e discernir o que é melhor para si e para a comunidade em que vivem, principalmente se suas famílias deixarem de receber a cesta básica a que têm direito (pelo menos a de 13 KG).

Outrossim, fiz esse comentário no blog Ipiaú verdade, por isso não esperava resposta da sua parte. Por isso respondo via e-mail. Não sei se você vai publicar, mas se o fizer, faça por inteiro.

Aproveitarei para colocar também no meu blog, que a princípio não foi criado para essa finalidade. (http://elinalvabastos.blogspot.com/ )


4 comentários:

Elis disse...

Não entendi o link que ele fez entre a merenda das criancinhas com o atendimento no HGI. Desculpe, Sr. Flávio, mas isso é coisa de quem não tem o que falar e acaba por dizer bobagens.

Abçs

Anônimo disse...

O que deveria ser visto, ninguém ver ou finge não enxergar, são as demissões sem justificação, todo ano de eleição. E mais ainda a maneira que são tratados os funcionários do hospital. Agora mesmo demitiram duas pessoas, que pelo que sei são do próprio partido. Que isso diretora, demitindo o seu povo???

Anônimo disse...

Gostaria de saber, o por que Rochier foi demitida, já que a mesma é do partido que apoia o GOvernador? E o que a senhora achou das demissões do HGI?

Elinalva Bastos disse...

Sr. Anônimo (anônimo??)

Eu não posso achar nada sobre as demissões no HGI. Primeiro por não ser funcionária de lá e segundo, por estar fora de Ipiaú há mais de um mês.
Só sei dizer que deve haver motivos que justifiquem as demissões. caso não haja, as pessoas demitidas poderão retornar ao seu cargo.

Eu pessoalmente espero um dia não mais existir "cargos políticos", cujas indicações ficam por conta de deputados ou partidos.

Felizmente o Governo da Bahia (PT), conseguiu acabar com as indicações na área da Educação; Espero que isso se estenda a todos os outros órgãos Estatais.
Assim os cargos serão providos por concursos e as pessoas possam votar sabendo que não haverá troca de "favores". Talvez assim, a militância política volte a ser forte novamente.
Abraços