LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

domingo, 31 de maio de 2009

Jornal traz principais ações e políticas do governo Lula. Peça o seu!

ImageJá está disponível para consulta aquisição e distribuição o jornal Mais Brasil para Mais Brasileiros, publicação de 44 páginas editada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom).

O jornal traz um balanço completo das principais ações e políticas públicas do governo Lula, com dados atualizados até maio deste ano e divididos em sete tópicos: Agenda Social, Agenda Econômica, Infra-Estrutura, Meio Ambiente, Modernização do Estado, Política Externa e Democracia.

Para obter exemplares da publicação, os interessados devem fazer o pedido diretamente à Secom, pelo e-mail secom@planalto.gov.brEste endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o Javascript terá de estar activado para poder visualizar o endereço de email ou pelo fax (61) 3226.7026.

As versões eletrônica e em formato PDF do jornal estão na página www.maisbrasil.gov.br, no site da Presidência (www.presidencia.gov.br).

Também nesta página, os internautas encontram as peças nacionais e regionais da campanha Mais Brasil, atualmente veiculadas nas emissoras de TV, nas rádios e em veículos impressos.

As peças regionais abordam temas como educação, saneamento, urbanização, transportes, agricultura e programas sociais, evidenciando as parcerias entre o Governo Federal, os Estados, os municípios e a iniciativa privada.

Já o jornal, em todas as versões, destaca os seguintes temas:

Agenda Social – Educação, Inclusão Digital, Ensino Superior, Ciência e Tecnologia, Educação Profissional, ProJovem, Oportunidade, Luz Para Todos, Cidadania, Saúde da Família, Mais Saúde, Políticas Afirmativas, Quilombolas, Cultura, Esporte e Pronasci.

Agenda Econômica – Conjuntura, Indústria, Crédito, Trabalho e Agricultura.

Infra-Estrutura – PAC Logístico, Transportes, PAC Energia, Combustíveis, São Francisco, PAC Social e Urbano, Habitação e Turismo.

Meio Ambiente – Combate ao Desmatamento.

Modernização do Estado – Eficiência e Desoneração.

Política Externa – Comércio e Diplomacia.

Democracia – Pacto Federativo e Participação.


http://www.pt.org.br/portalpt/index.php?option=com_content&task=view&id=13361&Itemid=&Itemid=195



Nenhum comentário: