LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 17 de junho de 2009

ESCLARECIMENTO AOS NOSSOS LEITORES, E AOS JORNALISTAS

A mídia está inconformada com a militância blogueira.
A mídia detesta pessoas que que têm um ideal e o defendem escrevendo, informando, divulgando informações que ela propositalmente omite, esconde de seus leitores. A mídia e seus muitos jornalistas inescrupulosos detestam quem os contraria, quem defende o governo Lula, o presidente Lula e os ideais do governo do PT. Um governo voltado para povo mais pobre, mais necessitado, para os excluídos da sociedade. A mídia não consegue derrubar a popularidade do presidente Lula, e por isso volta-se contra os ideais da esquerda, os ideais de um governo popular, e tenta impedir que o presidente Lula faça seu sucessor. A mídia está inconformada com o fato de que pessoas dediquem seu tempo, gratuitamente, para defender um governo, um presidente que ela detesta. Um presidente nordestino, ex-metalúrgico, ex-sindicalista, que salvou a economia do país, que promoveu a geração de milhões de empregos e é reconhecido em todo o mundo como o melhor presidente que o Brasil já teve. Ensandecida de frustração, a mídia decidiu atacar os blogs, os blogueiros, que apóiam o presidente Lula e o governo Lula, que apóiam a candidatura da ministra Dilma Rousseff, com ilações, invencionices e mentiras para prejudicar os blogueiros defensores do presidente Lula, do governo Lula: acusam-nos de receber dinheiro do governo, de partidos ou de políticos para manter seus blogs.Todas as entrevistas feitas com os editores do blog Dilma escondem só um interesse: tentar descobrir se recebemos, de quem recebemos, descobrir se a ministra Dilma ou alguém do governo está pautando os blogs.Vou esclarecer novamente a mídia, os jornalões, os jornalistas inescrupulosos: os editores e colaboradores do blog da Dilma, que já mantinham anteriormente – e ainda mantêm – seus blogs Desabafo o Brasil e Por Um Novo Brasil, não recebem e nunca receberam nem um centavo do governo, de políticos, de partidos, ONGs, centrais sindicais ou de quem quer que seja para manter seus blogs. Nunca pedimos e não recebemos nenhum tipo de doação financeira ou de qualquer outro tipo. Como eu, o Daniel também não é filiado ao PT, apesar de sermos petistas de longa data. Nunca recebemos nenhum tipo de pauta ou de orientação de quem quer seja do governo, muito menos da ministra Dilma ou de sua assessoria. A nossa intenção, o nosso ideal, é não permitir que o Brasil cai novamente nas mãos da oposição feroz e virulenta, o PSDB/DEM, que já afundou o país, destruiu a economia, e deixou milhões de pessoas desempregadas, muitas das quais vivendo abaixo da linha da pobreza. Defendemos o melhor governo, o PT, e o melhor presidente que o Brasil já teve, Lula.O blog da Dilma existe para se contrapor à poderosa mídia demo-tucana, que está fazendo campanha antecipada para eleger seu eterno candidato do PSDB, José Serra, desde 2001. O blog da Dilma está incomodando muito a mídia e muitos jornalistas. Entendo porque mídia e os jornalistas inescrupulosos tentam eleger Serra, afinal ele está pagando um ótimo mensalão para a mídia, este sim o verdadeiro mensalão: as escolas do Estado de SP estão recebendo diariamente os jornais e semanalmente as revistas Veja, Época e Isto É para divulgar a ideologia e garantir o império midiático e o empregos de alguns jornalistas. Só a aquisição de 220.000 assinaturas da Revista Nova Escola, da editora Abril, custou aos cofres públicos de SP R$ 3.740.000,00. Isso sem falar no gasto com propagandas da SABESP veiculadas na Globo em várias capitais do Brasil, inclusive onde a SABESP nunca prestou e nem vai prestar nenhum serviço.É óbvio que a mídia e os jornalistas, sendo tão bem remunerados com o mensalão do Serra, vão tentar elegê-lo, e vão cair de pau nos blogs contrários à eleição de Serra para presidente. Já sabemos que Serra, se – por uma imensa desgraça – for eleito, vai afundar o país novamente: Serra é discípulo de FHC, é um FHC piorado. Mas isso não importa para mídia e para os jornalistas inescrupulosos, desde que os deles esteja garantido, mesmo às custa do sofrimento, do desemprego, da fome de milhões de pessoas. Como cidadãos conscientes, temos o dever de escolher quem queremos para governar o país, e temos o direito, garantido na Constituição, de nos expressarmos, e de tornar pública a nossa opinião. Temos o direito e a obrigação de alertar os leitores para o perigo que ronda o Brasil se votarem na oposição feroz e virulenta, no PSDB/DEM, defendida por jornalistas tão inescrupulosos.
Jussara Seixas

Publicado originalmente no blog da Dilma.

Nenhum comentário: