LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

terça-feira, 14 de julho de 2009

Jaques Wagner fala sobre saúde no Conversa com o Governador

Jaques Wagner fala sobre saúde no Conversa com o Governador

link - http://www.comunicacao.ba.gov.br/conversa/programa-do-dia-14-07-2009.mp3


No programa Conversa com o Governador desta terça-feira (14), Jaques Wagner fala sobre as ações do Estado na área da saúde, entre elas a inauguração do Hospital de Juazeiro. “Um hospital que representa um investimento de aproximadamente R$ 30 milhões: R$ 20 milhões de obras; R$ 10 milhões de equipamentos. Um hospital super moderno, que vai melhorar a qualidade do atendimento não só em Juazeiro, mas em toda a região”, garantiu o governador.

O hospital tem 7,3 mil m² de área construída, 134 leitos e várias especialidades que a população de Juazeiro e da região ainda não tinha. A novidade é o acesso ao tratamento de câncer. “Portanto, o povo que eventualmente tenha essa doença, não precisará mais se deslocar para Salvador ou Feira de Santana, dando mais conforto e melhor qualidade de saúde ao povo de Juazeiro e da região”, afirmou Wagner.

Ainda de acordo com o governador, o hospital vai significar um aporte de 600 empregos e tornar a região mais atraente para novos investimentos. Além disso, ele garantiu o reforço de novos investimentos com a estrada de ferro que vai ligar Juazeiro ao Porto de Aratu.

“Pela primeira vez no Brasil, orientados pelo Ministério da Saúde, eu e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, estamos inaugurando o primeiro Território Interestadual abrangendo 55 municípios entre Pernambuco e Bahia”, declarou o governador. O acordo prevê que alguns serviços serão oferecidos em Juazeiro, outros serviços em Petrolina.

O governador fez um balanço dos investimentos do Estado na saúde. “Nós recebemos do governo anterior uma saúde pública muito depauperada, muito acabada, muito combalida e, só para lhe dar uma idéia, em 2008 nós investimos R$ 1,57 bilhão só na área de saúde. É o maior investimento em saúde feito por qualquer governo da Bahia em apenas um ano”, declarou.

Desde o início do ano, já foram entregues 162 ambulâncias para as Diretorias Regionais de Saúde; 119 ambulâncias, 12 UTI Móveis e 12 motos para o Samu 192. Também foram entregues 230 Postos de Saúde da Família, e mais 170 estão sendo construídos para atender à demanda da população baiana. Programas como o Internação Domiciliar; Medicamento em Casa e os mutirões de cirurgias que estão sendo realizados, são outros exemplos das ações do Governo do Estado na área da saúde.

Além disso, outros hospitais estão sendo reformados e construídos em toda a Bahia. “Ao todo são 18 hospitais entre hospitais novos e hospitais em reforma. Juazeiro é um exemplo; o Prado Valadares, em Jequié; reforma de enfermarias do HGE; a reforma do Hospital Batista Caribé, em Salvador, além do Hospital da Criança, em Feira; o Hospital Geral do Estado no Subúrbio de Salvador; o novo Hospital de Santo Antônio de Jesus”, enumerou Wagner.

De acordo com o governador, já houve um aumento de 20% na oferta de leitos com a inclusão de mais 1,1 mil novos leitos.

O Conversa com o Governador é produzido semanalmente pela Assessoria Geral de Comunicação do Governo da Bahia (Agecom) e disponibilizado na página http://www.comunicacao.ba.gov.br/conversa e no telefone gratuito 0800-071-7328, além de ser reproduzido pela Educadora FM 107,5 e vários veículos de comunicação da capital e do interior.

Nenhum comentário: