LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

terça-feira, 28 de julho de 2009

Seis candidaturas disputam direção nacional do PT em eleições diretas e transparentes

O Partido dos Trabalhadores é o único partido político do Brasil, da América Latina e do mundo a escolher sua direção nacional em eleições diretas, no voto universal. Cada militante, um voto. Não se trata sequer de eleger diretamente o presidente. Trata-se de eleger direções colegiadas em todos os níveis: nacional, estadual e municipal.

A grande imprensa não dá muito destaque a esse fato. “O Estadão”, por exemplo, preferiu destacar que o ex-ministro José Dirceu vai compor a chapa do candidato José Eduardo Dutra, atual presidente da BR Distribuidora. Não deixa de ser um fato importante, embora não mais importante que o Processo de Eleições Diretas (PED) em si.

O Processo de Eleições Diretas (PED) acontece no próximo dia 22 de novembro de 2009. O processo eleitoral é transparente, com regras claras, tornadas públicas na Internet.

Segundo o “Estadão”, o ex-ministro e deputado cassado José Dirceu vai retornar formalmente à direção nacional do PT. Seu nome compõe a chapa da tendência Construindo um Novo Brasil (CNB), encabeçada por José Eduardo Dutra, de Sergipe.

José Dirceu atua nos bastidores políticos desde que foi cassado por envolvimento no suposto esquema do impropriamente chamado “escândalo do mensalão” pela mídia golpista. Definitivamente, esse ataque político ao PT e ao Governo Lula vai ficando para trás.

Olhando para a frente, o ex-ministro José Dirceu atua politicamente para fortalecer a pré candidadura de Dilma Roussef à presidência da República em 2010, em construir palanques para ela, em apaziguar as disputas entre o PT e o PMDB nos estados.

O veneno político da matéria do “Estadão” está na afirmação de que José Dirceu atua na defesa do senador José Sarney, acusado de favorecer parentes por meio de atos secretos do Senado. A ênfase pode ser outra: José Dirceu pode estar atuando na defesa do senador José Sarney porque sem ele o Senado fica pior, sua queda individual não resolve nada, já que todos (DEM, PSDB, PPS, PR e até PT) estão envolvidos nas irregularidades.

Não me canso de lembrar uma frase de Lula dirigida a um senador do PT: “será que você não sabia de nada mesmo?”. Ou seja, Não é a presidência do Senado que precisa mudar, todo o Senado precisa mudar, e como não podemos cassar todos eles, o caminho é mudar nas eleições de 2010.

Aqui na Bahia, por exemplo, é uma vergonha que o estado seja representado por figuras menores como César Borges e ACM Filho. Este último sequer foi eleito com o voto direto dos cidadãos, pois herdou o cargo do falecido pai. Torço para que a deputada Lídice da Mata (PSB) seja candidata ao Senado.


Seis candidaturas disputam
presidência nacional do
PT no PED 2009

O Estadão erra na quantidade de candidaturas. Não são cinco, mas seis candidaturas que concorrem à presidência nacional do PT.

Confira abaixo que são os candidatos à presidência do partido e as chapas inscritas. Os nomes que compõem as chapas será divulgado após 4 de agosto, prazo final para eventuais alterações. Também nos próximos dias entrará no ar, pelo Portal do PT, uma página eletrônica especial com tudo sobre o PED.

Candidatos à presidência nacional do PT

Iriny Lopes, do Espírito Santo - Corrente Articulação de Esquerda
José Eduardo Cardozo, de São Paulo - Corrente Mensagem ao Partido
José Eduardo Dutra, de Sergipe - Corrente Construindo um Novo Brasil
Geraldo Magela Pereira, do Distrito Federal - Corrente Movimento PT
Markus Sokol, de São Paulo - Corrente O Trabalho
Serge Goulart, de Santa Catarina - Corrente O Trabalho Maioria

http://bahiadefato.blogspot.com/
.

Nenhum comentário: