LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 31 de março de 2010

WALDIR PIRES, em maiúsculo.


Waldir mantém candidatura ao Senad
o

O ex-governador da Bahia, Waldir Pires, mantém sua candidatura a uma vaga para o Senado na chapa encabeçada pelo governador Jaques Wagner (PT) como forma de resgatar para a Bahia “uma representação que foi fraudada em 1994”, segundo afirma ele, referindo-se fraude conhecida por todo mundo na bahia, ocorrida naquele ano quando as vagas baianas ficaram com o falecido senador Antonio Carlos Magalhães e seu afilhado político, Waldeck Ornellas.


Waldir Pires recebe "Medalha do Mérito Previdenciário Eloy Chaves"

O ministro da Previdência Social, José Pimentel, entregou terça-feira (30.03.2010), ao ex-ministro da Previdência Social, Waldir Pires, a “Medalha do Mérito Previdenciário Eloy Chaves”.

A medalha é outorgada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e tem como finalidade agraciar pessoas físicas ou jurídicas, nacionais ou estrangeiras, merecedoras do reconhecimento público por terem prestado contribuições relevantes à consolidação dos regimes de previdência social no Brasil.

Waldir Pires é a primeira personalidade a receber a homenagem e a entrega foi realizada durante a cerimônia de inauguração do edifício-sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Dentre os presentes estavam os deputados federais do PT da Bahia Emiliano José, Geraldo Simões e Joseph Bandeira.

“Ele zerou o déficit deixado pelas administrações anteriores e fez com que os beneficiados fossem satisfatoriamente atendidos. Passou à Previdência momentos ‘mágicos’, raros, de administração. Encontrou a instituição quebrada, refém dos bancos, e mudou aquela situação”, destacou o deputado federal Emiliano José (PT-BA).

Para Emiliano, Waldir é um personagem da consolidação da democracia e do combate ao autoritarismo no Brasil. “Nunca deixou de lutar pela democracia. É protagonista anteriormente ao golpe de 64, durante o combate à ditadura militar e continua até hoje com os mesmos pensamentos, depois de 25 anos de democracia no País”.

O deputado destacou ainda que Waldir participou da construção da democracia como deputado federal, como ministro do Controle e da Transparência, como ministro da Defesa e como governador da Bahia, “onde obteve a maior vitória eleitoral da história do Estado”.

- Direto do blog Bahia de Fato - http://bahiadefato.blogspot.com/
.

Nenhum comentário: