LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

sábado, 24 de julho de 2010

Wagner supera a soma dos demais candidatos

Se as eleições fossem hoje, o governador Jaques Wagner seria reeleito já no primeiro turno, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo na edição deste sábado (24). Com 44%, a intenção de voto do candidato da coligação “Para a Bahia Seguir em Frente” (PT-PP-PSB-PDT-PCdoB-PRB-PSL) é maior que a soma de todos os demais concorrentes em sete pontos percentuais. Os seis juntos chegam a 37%.

Os dados do Datafolha indicam que Wagner tem 21 pontos de vantagem sobre o candidato Paulo Souto (DEM), o segundo colocado, e quase quatro vezes que Geddel Vieira Lima (PMDB), o terceiro, com 12%.

O instituto informa ainda que “os candidatos Luiz Bassuma (PV) e Professor Carlos (PSTU) têm 1% cada um. Marcos Mendes (PSOL) e Sandro Santa Bárbara (PCB) não pontuaram. Não opinaram 13% dos eleitores, e outros 6% disseram que votarão nulo ou em branco”.

Na pesquisa espontânea, na qual o entrevistado não tem acesso à relação dos concorrentes, Wagner tem vantagem proporcional ainda maior: o governador é citado por 26% dos entrevistados. Souto ficou em 7%, e Geddel, 4%.

Na matéria publicada pela Folha, Wagner aparece como o candidato com menor índice de rejeição entre os principais concorrentes ao Palácio de Ondina: 16%. Paulo Souto é o mais rejeitado com 30% e outros 20% dos eleitores não admitem votar em Geddel.

http://blogdoricky.blogspot.com/

Nenhum comentário: