LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

IBGE: BAHIA É O ESTADO QUE MAIS ALFABETIZOU

O relatório da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2010 (Pnad), realizado pelo IBGE, divulgado este mês, verifica que, entre as pessoas com mais de 15 anos de idade, houve redução de 26,8% da proporção de analfabeto entre 2001 e 2009 na Bahia. O resultado supera a média nacional, de 21,6%, e do Nordeste, de 22,9%. Em nota, a assessoria do candidato a reeleição ao Governo do Estado, Jaques Wagner (PT), destaca que, se isolado o período de 2007 a 2009, em que o Estado realizou o Programa Todos Pela Alfabetização (Topa), a Bahia também alcançou índice melhor (- 8,7%) do que o do conjunto do país (- 3,8%) e do Nordeste (- 6,2%). De acordo com os petistas, a pesquisa registrou a alfabetização de 171 mil baianos no período analisado, número inferior aos 500 mil divulgados oficialmente, pois, “por conta da PNAD ser uma amostra de 76 municípios baianos, apenas uma parte desse universo pode ser retratado”. “Em dezembro de 2009, Topa formou sua segunda turma com 289 mil alfabetizados que não foram computados nessa pesquisa, cujos trabalhos de campo foram finalizados em setembro do mesmo ano”, completa a nota.

http://bahia13livre.blogspot.com/

Nenhum comentário: