LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

PSB vai cassar direitos políticos de 12 prefeitos “infiéis” Lídice da Mata fecha cerco a "infiéis"



Prefeitos, vice-prefeitos e lideranças do PSB que apoiaram candidatos de outros partidos em outubro último não poderão disputar cargos eletivos pela legenda na sucessão municipal de 2012. A decisão foi tomada pelo partido em reunião realizada ontem, no Hotel Bahia Sol, para avaliar o resultado das eleições e está lastreada em resolução do diretório nacional da sigla que exige fidelidade partidária de todos os seus filiados.
No encontro, apesar de avaliarem que o PSB saiu do último pleito fortalecido, com a eleição de seis governadores e de quadros como Lídice da Mata, que se elegeu senadora pela Bahia, os socialistas concluíram que “um erro estratégico” impediu a conquista de uma vaga na Câmara Federal pelo partido no Estado, atribuindo parte do problema à infidelidade de algumas lideranças municipais da legenda.
Na reunião, o PSB decidiu ainda que, a partir de agora, somente aceitará a filiação de novos quadros que tenham conhecimento prévio do regimento interno e da resolução que exige fidelidade partidária. Além disso, para ser candidato nas próximas eleições, o postulante terá que manifestar o desejo um ano antes e comprovar densidade eleitoral, apresentando um abaixo-assinado com 10% de apoios do número de votos estimados para vencer a eleição.“Não queremos inchar o partido, queremos pessoas ideologicamente comprometidas com o projeto socialista”, disse Lídice da Mata. O Política Livreteve acesso, com exclusividade, ao nome dos prefeitos que o PSB acredita que traíram a legenda e, por este motivo, estarão impedidos de utilizar a agremiação para concorrer no pleito de 2012, quando se renovam os mandatos para as Prefeituras e Câmaras Municipais. Com a medida, o PSB pode perder quadros importantes, como o prefeito de Porto Seguro, Gilberto Abade.
Veja a lista dos ”infiéis” do PSB:

Prefeitura – Prefeitos
Caetanos – Tonho da Silva
Cardeal da Silva – Maria Quitéria
Fátima – Nego
Irará – Derivaldo
Itanhém – Milton Bentivi
Itapitanga – Dernival
Lajedo do Tabocal – Mariângela
Macaúbas – Amelinho
Nordestina – Ito
Olindina – Dr. João
Porto Seguro – Gilberto Abade
Serrolandia – Gildo

Veja a lista dos “fiéis”, que não sofrerão sanção do PSB:
Prefeitura – Prefeitos
Andaraí – Wilson Cardoso
Tucano – Rubinho
Caetité – Ze Barreto
Ilhéus – Newton Lima

Nenhum comentário: