LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Sobre Marco Maia - Presidente da Câmara de Deputados

Novo presidente da Câmara, Marcos Maia, é um dos “100 cabeças do Congresso”

O deputado Marcos Maia (PT/RS), reeleito presidente da Câmara Federal, tem uma trajetória de luta em defesa dos trabalhadores. Obteve seu primeiro mandato em 2005, relegeu-se em 2006, foi vice-líder do PT entre 2006 e 2009 e ocupou o cargo de vice-presidente da Câmara em fevereiro de 2009 a dezembro de 2010, quando assumiu a presidência da Casa, com a renúncia do deputado Michel Temer (PMDB-SP).

Nas eleições de 2010, Marco Maia conquistou seu terceiro mandato ao obter 122.134 votos, colocando-o entre os dez deputados federais mais votados pelos gaúchos.

Maia teve o desempenho reconhecido pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), que o indicou pelo quarto ano consecutivo como um dos "100 Cabeças do Congresso".

Na Câmara, o trabalho do deputado esteve focado em quatro áreas: políticas públicas (saúde, educação, assistência social); trabalho; transporte e agricultura familiar.

Sempre na defesa dos trabalhadores, apresentou projeto de lei visando a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais, sem redução de salário. Atuou na defesa da licença-maternidade de 180 dias para as trabalhadoras, entre outras ações.

Marco Maia nasceu na cidade de Canoas (RS) e tem 46 anos. Exerceu as profissões de metalúrgico, torneiro mecânico e industriário.

Foi dirigente do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas e da Confederação Nacional dos Metalúrgicos.

Atuou como Secretário Estadual de Administração e Recursos Humanos e presidiu a Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb) e a Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP). É filiado ao Partido dos Trabalhadores (PT-RS) desde 1985.

Nada tem de “baixo clero”, como o Estadão divulgou e jornalistas incautos reproduziram.

# posted by Oldack Miranda @ 10:42 AM


Com 375 votos o petista Marco Maia é o novo presidente da Câmara dos Deputados

Eleito com 375 votos o deputado Marco Maia (PT/RS) é o novo presidente da Câmara dos Deputados. Portanto, 137 deputados não votaram nele. A base governista conta com 311 parlamentares. Logo, 64 votos vieram da oposição. Entretanto, mesmo sem estes votos da oposição, Marcos Maia ganharia com um total de 211 votos. Jair Bolsonaro, da extrema-direita obteve 9 votos, Chico Alencar, da extrema-esquerda obteve 16 votos e o picareta do Sandro Mabel (PR) levou 106 votos. Três debilóides votaram em branco.

Na nova legislatura, o PT é o partido com a maior bancada, 89 ao total. Baseado nisso, Marco Maia defendeu durante toda a campanha, a proporcionalidade para os cargos da Mesa Diretora. “A proporcionalidade é fundamental para a valorização do Parlamento e da democracia brasileira”.

Maia aproveitou ainda para agradecer as declarações de apoio, que somaram 21 partidos. “Esses partidos representam nossa democracia e a força desta Nação. Todos juntos vamos construir uma gestão de diálogo, de transparência e consenso pelo Brasil”.

O petista exaltou em seu discurso, ainda como candidato, o povo brasileiro por ter concedido aos deputados o direito de representá-los. "O povo brasileiro é o motivo de todos estarmos aqui".

Deus o ouça.

# posted by Oldack Miranda @ 10:18 AM

http://bahiadefato.blogspot.com/

Nenhum comentário: