LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

domingo, 18 de setembro de 2011

Mais cursos para a Uesb de Vitória da Conquista


 

Novos cursos de graduação e pós-graduação para a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e mais infraestrutura para assegurar o convívio do estudante na universidade. Essas e outras ações foram debatidas entre o reitor da instituição de ensino, Paulo Roberto Santos, e o deputado estadual Marcelino Galo (PT). O encontro aconteceu na sede da reitoria em Vitória da Conquista, na noite da quinta-feira (15), após a sessão itinerante da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

 

O parlamentar concedeu entrevista à rádio, ao jornal e à TV da Universidade, onde avaliou a importância do ensino público de qualidade. "Sabemos da forte demanda por mão de obra qualificada que o mercado exige e precisamos expandir as oportunidades aqui em Vitória da Conquista. É preciso garantir que o ensino público seja uma ferramenta que auxilie o crescimento da juventude e não que retarde. Vamos buscar mais cursos e continuar qualificando nossos jovens baianos", assegura Galo.

 

Durante o encontro o reitor Paulo Roberto comentou as especializações oferecidas pela instituição, enumerou as dificuldades e apresentou ao parlamentar petista um pouco da história das gestões dos reitores anteriores.  

 

Ascom do deputado Marcelino Galo

71 3115 7253


Nenhum comentário: