LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Ditadura da mídia mantém Operação Derruba Ministro a pleno vapor


Publicado em 18-Out-2011

Image
Orlando Silva
Um editorial e seis matérias, pelo menos na Folha; manchete enorme de 1ª página em O Globo e cinco páginas de matérias; isso sem falar no Estadão, com chamada de capa e pelo menos 6 matérias.

Hoje, esse é o quadro e o resumo só dos nossos maiores jornalões na continuidade da cobertura - melhor seria dizer "campanha" - sobre as denúncias feitas contra o ministro do Esporte, Orlando Silva. A Operação Derruba Ministro está a mil.

Nossa mídia, fantasiada de objetiva e neutra, mas na prática transformada em partido político de oposição, opera no sentido de desmantelar a base (de aliados) do governo e criar um clima "de mar de lama". O termo era usado nos anos 50 do século passado por essa mesma imprensa e pela UDN no auge da campanha contra o presidente Getúlio Vargas que moveram - até levá-lo à morte.

Operam, agora, de novo, para criar um clima de oposição a um governo que tem aprovação recorde, já que mantém um rumo aprovado três vezes pela cidadania em eleições democráticas em 2002, 2006 e 2010. É só conferir, também, as últimas pesquisas de opinião pública. Por elas, mais de 70% dos brasileiros aprovam o governo e apóiam a presidenta Dilma Rousseff.

Situação criada é uma violação das normas democráticas


Beira a uma violação das normas de convivência democrática o uso descarado e aberto da imprensa com fins políticos, sem meios termos, por seus donos e proprietários. O que querem é derrubar ministros, mesmo quando as acusações ou denúncias sejam infundadas.

Não estou dizendo que não se deva apurar os fatos e as providências nesse sentido já foram tomadas. Mas, mídia, oposição e cia não aguardam a mais leve, sequer o início, de investigações ou decisões da Justiça.

São taxativos. Fulminantes. Não querem sequer esperar a tramitação normal de um processo dessa natureza. Vide o título do principal editorial do Estadão hoje: "Ministro tem que sair"..... E na Folha: "Mais um"... Nunca vi coisa igual.

Sabem os interesses que o Minstério dos Esportes desperta hoje com suas verbas para obras da Copa e das Olimpíadas. Sabem o caráter de quem fez as denúncias, também já mostrado à exaustão pelo ministro acusado.

Mini-gestapos promovem uma ditadura


Mas, sobre isto, calam, não querem saber. São ao mesmo tempo, acusação e autoridade judiciária. Fazem e aceitam a denúncia, presidem o inquérito, e condenam. São ao mesmo tempo ministério público, delegado e juiz, uma espécie de corpo de jurado sumário, que se alça acima da Justiça e da Constituição.

Uma ditadura! Ou, pior, ovos de serpentes, filhotes de pequenas milícias e mini-gestapos que vão sendo inoculados nas  redações, acima do bem e do mal. Portam-se qual anjos vingadores, numa caricatura dos seriados norte-americanos onde se faz justiça com as próprias mãos.

DITADURA! Isso mesmo! Este é o nome de todas as formas não democráticas de justiça, que não respeitam o devido processo legal, o contraditório, a presunção da inocência e o princípio elementar de que o ônus da prova cabe ao acusador.

É preciso dar um basta a essa escalada golpista que se assoma acima da lei e da Constituição. Com a palavra o Judiciário e o Legislativo, como deve ser numa democracia.

http://www.zedirceu.com.br/index.php?option=com_content&task=view&id=13522&Itemid=2

Nenhum comentário: