LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Em TEIXEIRA DE FREITAS, Marcelino Galo defende implantação de Centro de Saúde na Universidade do Sul da Bahia


 

Um Centro de Saúde com cursos da área, além do bacharelado em Turismo, Engenharia Agronômica e outros cursos apropriados para o desenvolvimento socioeconômico da região, foi o que defendeu o deputado estadual Marcelino Galo (PT), na audiência pública que debateu a implantação da Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba). O evento foi realizado nesta quinta-feira (6) pela Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), no município de Teixeira de Freitas, e contou com a participação de professores, estudantes, lideranças políticas regionais e locais, além de 14 deputados estaduais, três federais, juízes e advogados.

 

A Ufesba é uma das quatro novas Universidades Federais criadas pelo Ministério da Educação do governo Dilma. Dessas quatro, duas serão implantadas na Bahia, uma no Sul, com campus em Teixeira de Freitas e Porto Seguro, e a reitoria em Itabuna e a outra no Oeste do estado. O petista Marcelino Galo, também salienta sobre a importância da instituição de ensino para a região. "Uma Universidade pode ser e deve ser muito mais do que um espaço de acúmulo de conhecimento e formação. Este momento deve ser visto, por todos, como uma oportunidade histórica de formar para o Extremo Sul a inteligência capaz de ajudar a realizar as profundas transformações sociais que precisamos ter aqui".

 

As demandas de desenvolvimento regional e as potencialidades foram destaques na fala de Galo. "O turismo, a saúde, a cultura, a pesca, a produção agrícola e a atração de novos investimentos comerciais e industriais podem ser extremamente facilitados se a nova Universidade contemplar a formação de profissionais para estas demandas que já existem e outras que possam existir".

 

Participantes

A audiência pública foi aprovada pela Comissão de Educação da Alba e contou com a participação do presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Nilo e dos deputados estaduais Rosemberg Pinto, Temóteo Brito, Coronel Santana, Deraldo Damasceno, José Raimundo, Bira Coroa, Luizinho Sobral, Ângela Souza, Ivana Bastos, Nelson Leal, Ronaldo Carleto, Marcelino Galo, Maria Del Carmem e Cláudia Oliveira. Participaram também os deputados federais Maurício Trindade, Edson Pimenta e Valmir Assunção.

 

Ascom do deputado Marcelino Galo

71 31157253





Nenhum comentário: