LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Marcelino Galo caminha para o Bonfim com equipe do PT

 

A tradicional Lavagem do Bonfim será realizada amanhã, a segunda quinta-feira (12) de janeiro. As lideranças políticas da Bahia já estão prontas para a caminhada de oito quilômetros com muita fé e levando consigo os desejos de um ano com vitórias e, sobre tudo, com o intuito de agradecer todos os objetivos alcançados no ano de 2011. O deputado estadual Marcelino Galo (PT), por exemplo, estará reunido com sua base política, equipe do mandato e membros do Partido dos Trabalhadores, como o governador Jaques Wagner, o candidato a prefeito de Salvador, o deputado Nelson Pelegrino, além dos companheiros de luta, o deputado federal Valmir Assunção e a secretária estadual de Políticas para Mulheres, Lúcia Barbosa.

 

A concentração do grupão do PT começa a partir das 8h, na Igreja Nossa Senhora da Conceição da Praia, no Comércio. Lá, inicia-se o cortejo dos baianos, turistas e políticos que seguem até a Colina Sagrada, aonde as baianas lavam as escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim. "Seguiremos com a comitiva do governador e dos companheiros do partido para reforçar nossos pedidos para 2012. Em relação a Salvador, o nome de Pelegrino é, acima de tudo, uma maneira de quitar uma dívida histórica com a população, e este ano vamos começar a modificar essa realidade. O PT está no governo federal, no estadual e vamos lutar para conquistarmos a Prefeitura, para aplicar nosso plano democrático de gestão participativa", pontua Galo.

 

Ascom do deputado Marcelino Galo

www.marcelinogalo.com

71 3115 7253




Nenhum comentário: