LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Só Ação no Ministério Público para reivindicar conclusão e entrega de casas populares


Presidente dos Sem Teto de Ipiaú cogita ação no Ministério Público para reivindicar conclusão e entrega de casas populares

 

A presidente da Associação dos Sem Teto de Ipiaú, Liliane dos Santos Ferreira, comentou no programa Fala Ipiaú que a entidade pretende entrar com ação no Ministério Público para reivindicar a construção de 150 casas populares que fazem parte do projeto Minha Casa, Minha Vida em Ipiaú.

Segundo ela, numa fase inicial 50 casas ficaram de ser erguidas no residencial César Borges, beneficiando também moradores da Vila Esperança que se inscreveram no cadastramento.  Três anos depois de iniciado porém, o projeto não ultrapassou 17 moradias ainda em fase de finalização.

Liliane comentou que os moradores tem o direito de saber se o recurso para a construção das casas foi todo investido, por que houve a paralisação dos serviços e quando os trabalhos serão retomados com a consequente entrega das moradias.

Em tempo, a entidade também mantém de pé a possibilidade de fazer uma mobilização pública para chamar a atenção da comunidade quanto a quase ausência de programas de habitacão popular no município.

Para efeito de comparação, a vizinha cidade de Barra do Rocha ( com pouco mais de 6 mil habitantes )  entregou no mesmo período 80 casas a moradores cadastrados.  Em Jequié, mais de 500.


Nenhum comentário: