LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 7 de março de 2012

Deputado Emiliano destaca candidatura de Waldir Pires, a vereador, na Câmara Federal

O deputado federal Emiliano José (PT-BA) parabenizou em plenário, na Câmara, a decisão do ex-governador e ex-ministro Waldir Pires em disputar uma cadeira na Câmara Municipal de Salvador, nas eleições deste ano. A notícia ganhou ampla repercussão na imprensa nacional e baiana e foi considerada um exemplo de ousadia, e de amor a política, a Bahia, e aos soteropolitanos. Uma ousadia, segundo Emiliano José "própria de quem ao longo da vida soube sempre enfrentar desafios. Ousadia própria de quem, reconhecendo-se bem física e mentalmente, quer continuar a prestar serviços à sua gente".

Aos 85 anos, Waldir Pires já foi deputado estadual, federal, governador da Bahia, ministro da Defesa e Consultor Geral da República. A candidatura a vereador, pelo Partido dos Trabalhadores, não assusta o político, que deseja permanecer atuando em defesa da democracia e do fortalecimento da cidadania. "A pergunta de alguns, diante da ousadia, do ineditismo, é por que, depois de toda essa trajetória, recuar para uma candidatura a vereador? Conheço Waldir Pires de perto para ousar responder à pergunta. E sei que para ele não se trata de nenhum recuo", afirmou Emiliano, amigo de Waldir Pires há muitos anos.

DESAFIOS
Como vereador, Waldir Pires terá novos desafios. O de utilizar a tribuna para discutir os assuntos de seu município, refletir sobre eles, interagir com as opiniões de seus concidadãos e concidadãs. O ex-governador terá, ainda, de lidar com os problemas mais imediatos da população, e colocar-se inteiramente à disposição, como na aprovação de leis importantes para a cidade. A recente aprovação pela Câmara de Vereadores, da Lei de Ordenamento e Uso do Solo (LOUOS) de Salvador, por exemplo, é um dos mais recentes escândalos da atual administração soteropolitana. A decisão gerou revolta da população em torno da consequente especulação imobiliária, e verticalização da orla sem controle.

Ao posicionar-se sobre o caso, Emiliano criticou aquilo que considera um "descalabro" da atual administração e culpou o atual gestor pela situação da cidade. "A culpa de todo o desatino que ocorre em Salvador não é dos empresários cujo raciocínio, por obviedade, trabalha com o lucro rápido, com a lógica do mercado e que normalmente não tem infelizmente o tirocínio de perceber o que esse ou aquele empreendimento pode trazer de prejuízos para a população. A responsabilidade pelo descalabro em que se encontra Salvador é de sua atual administração".

Com as eleições deste ano, a nova administração da cidade terá que desenvolver, além de um programa estratégico capaz de devolver a cidade ao seu povo, uma operação de emergência para fazê-la voltar à normalidade. "Creio que Waldir olhou para tudo isso, e se sentiu compelido a participar da luta para eleger Nelson Pelegrino prefeito de Salvador, nosso candidato, candidato do nosso partido, o PT(...).Salvador, tenho confiança, elegerá Pelegrino e elegerá uma bancada forte de sustentação do nosso candidato que, tenho certeza, saberá corresponder a esse grande gesto de Waldir, fazendo-o um dos mais bem votados da Cidade da Bahia”, finalizou Emiliano.

Fonte: Bahia de Fato

Nenhum comentário: