LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

segunda-feira, 19 de março de 2012

Marcelino Galo acompanha embaixador venezuelano no Sul da Bahia


Conhecer as instalações da unidade da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac) em Itabuna, da Biofábrica do cacau, em Ilhéus, e ouvir palestras sobre o avanço no combate a vassoura-de-bruxa. Essas atividades fizeram parte da agenda política no Sul da Bahia do deputado estadual Marcelino Galo (PT) junto com a comitiva do embaixador da Venezuela, Maximilien Arvelaiz. As visitas às cidades da região aconteceram no último sábado (17), e fazem parte do esforço de cooperação entre Brasil e Venezuela que busca fortalecer a lavoura cacaueira nos dois países.

 

"No encontro na Ceplac em Itabuna, visitamos as instalações da unidade e participamos de palestras, mas o que marcou foi o conhecimento técnico do embaixador e a disponibilidade de cooperação técnica. Em Ilhéus, foi uma vistoria na Biofábrica do cacau, responsável pela multiplicação de clones resistentes à praga vassoura-de-bruxa", pontua o parlamentar Marcelino Galo. Ele ainda informa que neste local está instalado também um dos mais modernos laboratórios de micro-propagação do Brasil. Em seguida, Galo participou de ato na Câmara Municipal de Uruçuca.

 

Em entrevista, o embaixador Maximilien Arvelaiz declarou que "não se pode esquecer que os presidentes Hugo Chávez e o ex-presidente Lula foram decisivos quando iniciaram um trabalho para o fortalecimento dos países latino-americanos". "Junto à comunidade internacional, eles demonstraram que nós deveríamos ser respeitados pela soberania, refutando o tratamento 'colonialista' antes dispensado, o que motivou a mudança nas relações entre os países de todo o mundo", finaliza.

 

Na comitiva do embaixador venezuelano estava também o presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), José Vivaldo Mendonça, lideranças políticas regionais como Adeilton Santos, Samuel Branco, a vice-prefeita de Uruçuca, Fernanda Silva e o secretário de Ações Regionais de Ilhéus, Murilo Brito.

 

Atividades noturnas

Durante a noite, Marcelino Galo participou ainda em Itabuna da plenária de lançamento da pré-candidatura do jovem Samuel Branco, que reuniu as lideranças do município pela renovação da Câmara Municipal. Na região do Baixo Sul, Galo visitou na manhã de domingo (18) o Quilombo Boitaraca onde se reuniu com a comunidade de Nilo Peçanha.

 

Ascom do deputado Marcelino Galo

www.marcelinogalo.com

71 3115 5596






Nenhum comentário: