LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

sábado, 2 de junho de 2012

PEDIDO DE SUPLEMENTAÇÃO AO ORÇAMENTO MUNICIPAL

POR EGILDO BARBERINO MATOS

Na sessão ordinária desta noite, 31.05.2012, será um dos maiores testes que medirão os níveis de formação profissional e moral dos nossos representantes na Câmara de Vereadores ipiauenses.
Isso porque medirá suas competências quanto ao nível de consciência e convicção acerca desse tópico determinante na vigilância do uso disciplinado dos recursos do povo de Ipiaú.

Em 2011, o prefeito elaborou esse orçamento, prevendo nele todos os gastos das suas diversas secretarias. Orçou ele em R$ 60.000.000,00(sessenta milhões) os gastos anuais, o que corresponderia R$ 5.000.000,00(cinco milhões) mensais, valor reconhecidamente bem projetado já que a administração anterior do Sr José Mendonça, trabalhou muito bem com apenas 50% disso, ou seja, metade, R$ 2.500.000,00(dois milhões e meio). Portanto, com uma máquina administrativa bem azeitada, organizada, utilizando disciplinarmente austeridade, senso econômico, seriedade e honestidade, o prefeito anterior operou milagres econômicos, pois, nenhum dos serviços que a nossa prefeitura prestou aos ipiauenses nos seus oito anos, não sofreram tantos revezes quanto os acontecidos nesta atual gestão, com tantas interrupções de serviços (ex. CEO, FARMÁCIA POPULAR, TRANSPORTES ESCOLARES, DE SAÚDE, MERENDA etc; ausências de MÉDICOS, DENTISTAS etc; faltas de MEDICAMENTOS para doenças simples a graves, 
até curativos; apoio social às ONGs que desenvolvem serviços sociais não prestados pelo Poder Público como ABRIGO DOS VELHOS, CASA DA e DO MENOR, ASSOCIAÇÕES DE BAIRROS E DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS).

A expectativa dos munícipes era de curiosa apreensão por um lado, quando por outro, esperanças de que com tanto dinheiro, o que inclusivmereceu integral e irrestrita aprovação pela Câmara de Vereadores, se pudessem concretizar todas as promessas de campanha, promessas de palanque, elas de relevância no contexto da paz social, lazer e desenvolvimento do nosso Município.

O que vimos assistindo ao longo destes três anos e alguns meses foi uma frustração dessa expectativa, de forma desastrosa e decepcionante. Temos testemunhado uma ausência expressiva da aplicação dos recursos municipais (recursos próprios). Algumas pequenas obras de pequenos valores, realmente foram realizadas, contudo, ficaram bem distantes da enorme soma disponível mensalmente após o uso dos valores cabíveis para os pagamentos dos compromissos com funcionalismos e despesas fixas.

Obras de realce como sinaleiras, asfaltamentos, anexações no Centro de Abastecimentos, calçamentos de ruas, por exemplo, tem suas origens nos governos estaduais e federais. Ressalve-se que muitos desses já estavam liberados, a disposição para suas aplicações e que foram conquistadas pela administração Mendonça.

Ao lado disso, ficamos estupefatos com o desperdício de recursos e extravagância perdulária devido aos descompromissos com as seletivas tomadas de preços e conseqüentes Licitações Públicas, triagens indispensáveis para se pagar menos sem se descuidar da eficiência
e qualidade. Exemplificamos com o CONTRATO DO LIXO, CAMISAS, MATERIAIS, VERDURAS, CAIXÕES, COMBUSTÍVEIS, SALGADINHOS, PUBLICIDADES, CONTRATAÇÕES, CONSUMO ÁGUA, LUZ, TELEFONE, JUROS POR INADIMPLÊNCIAS DEVIDO AS FALTAS DE AGENDAMENTOS E CONTROLES, etc, etc, etc, etc.

Comprometedoramente, envergonhados e desmoralizados, assistimos ao nosso prefeito comportar-se desqualificadamente e ser tachado de ilícito pelo TCM em diversos e reincidentes quesitos julgados nas suas prestações de contas do exercício 2009. Idem num recorde estupendo de condenações a pagar multas e compelido a devolver aos cofres públicos, do seu próprio bolso, somas consideráveis por descaminhos administrativos inadmissíveis, descompasso jamais cometido por qualquer outro prefeito ipiauense e, com muita vergonha, nem mesmo nenhum 
outro da nossa micro-região.

O abandono do Ginásio de Esportes, da LDI, da SELEÇÃO DE FUTEBOL, dos demais esportes, da SAÚDE (não construiu nenhum Posto de Saúde); EDUCAÇÃO (nenhuma escola foi construída também); CULTURA (devolveu o dinheiro pra construirmos uma CONCHA ACÚSTICA e A PRAÇA DA MÚSICA; não reivindicou ao Programa do Governo Federal, mesmo com todas as facilidades existentes, nossa BIBLIOTECA PÚBLICA; não salvou nosso MUSEU REGIONAL, relegando todo seu acervo ao abandono e destruição; Não reativou a CASA DA CULTURA nem ativou com apoios financeiros ou incentivos, aos inúmeros ARTISTAS e ARTESÃOS locais; as ESTRADAS VICINAIS, etc, etc, etc, etc, etc, etc, deixa-nos ressabiados sobre quais mesmo são as reais intenções do prefeito em pedir essa estupenda solicitação à Câmara de Vereadores, já que ele juntamente com sua equipe financeira prognosticou "sabiamente" que, com R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais) seria o suficiente para realizar todo o seu programa de governo 2012. Ainda existe um agravante para esse descabido pedido do prefeito: Além dele não nos proporcionar uma visibilidade comprobatória de que ao nem mesmo chegar à metade de 2012 já tenha gastado todo os 60 milhões autorizados pela Câmara, este ano, bem no seu início, ele já pedira outra substancial SUPLEMENTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA. E AGORA JOSÉ!!!!!!

AINDA QUER MAIS !? Administrar a coisa alheia é tarefa das mais complicadas! Para tanto, exige-se um remédio providencial para quem quer preservar incólume o seu nome, sua confiabilidade que se chama TRANSPARÊNCIA ou o que popularmente se denomina de PRESTAÇÕES DE CONTAS. Infelizmente, nosso prefeito não admira e detesta tanto uma quanto a outra. Dessa forma, sem comprovar nada, sem demonstrar nada, camuflando tudo, agindo como um amador incorrigível, opto pela firmeza de caráter dos nossos vereadores, pela inflexibilidade das suas convicções, pela satisfação a confiança que nosso povo depositou em cada um deles, pois, somente dessa forma serão eternamente respeitados e tidos como espelho e modelo invejável para filhos, familiares e concidadãos ipiauenses.

VIVA A HONESTIDADE, COMPETÊNCIA, FIDELIDADE E QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE IPIAÚ!!!
VIVA! VIVA! VIVAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

RECEBIDO POR E-MAIL

Nenhum comentário: