LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Portaria do uso do nome social para travestis e transexuais deve sair amanhã no Diário Oficial

O governador Jaques Wagner aprovou a portaria do uso do nome social de travestis e transexuais na Bahia. A portaria deve sair no Diário Oficial nesta sexta-feira (7), com assinatura do secretário Almiro Sena. "Essa é uma grande conquista do movimento LGBT, fruto de muita luta e organização política que se destaca na Bahia e serve de referência para outros estados brasileiros", salienta o deputado Marcelino Galo, que apresentou um projeto de lei com esse mesmo objetivo na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) em abril de 2011. "As lideranças travestis e transexuais da Bahia agora terão como utilizar os nomes sociais, mas ainda precisamos avançar muito no que diz respeito a políticas públicas para a população LGBT baiana, que necessita de um processo de reparação social e política", completa Galo.

 

Ascom do deputado Marcelino Galo

www.marcelinogalo.com

71 3115 5596

 


Nenhum comentário: