LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Ministra Maria do Rosário procura grupos de petistas que se uniram na Bahia


A notícia da união das bases políticas dos petistas Marcelino Galo (deputado estadual) e Guilherme Menezes (prefeito de Vitória da Conquista) movimentou o cenário político nacional. Em recente visita à Bahia, a ministra de Direitos Humanos do governo Dilma, Maria do Rosário, procurou o deputado, para debater a atual situação do partido no estado e ampliar as propostas de atuação. No encontro com o parlamentar, em Salvador, a ministra salientou a força do partido no nordeste e conheceu as áreas de atuação de ambos os grupos.

 

"Estamos iniciando um debate amplo com tendências do partido para apresentar propostas e intensificar as ações na Bahia. O diálogo com a ministra foi fundamental para estabelecermos parâmetros e ratificar a necessidade de uma reorganização estrutural da legenda", declara Galo. Sobre a fusão dos petistas, Maria do Rosário declarou que já buscava diálogo há algum tempo com as forças políticas da Bahia e deixou o recado: "O deputado é o Galo, mas quem canta essa base da Bahia há muito tempo sou eu", enfatiza a ministra, que pertence à tendência petista Movimento PT, ou simplesmente MPT.

 

Ascom do deputado Marcelino Galo

www.marceinogalo.com

71 3115 5596


Nenhum comentário: