LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Petistas baianos se unem em busca do fortalecimento da sigla

Duas lideranças petistas na Bahia começam a articular as alianças para o fortalecimento da legenda no estado. O deputado estadual Marcelino Galo e o prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes, uniram seus grupos e formaram um só, que será o pontapé inicial para a reorganização interna do Partido dos Trabalhadores, já que o novo grupo deve migrar para uma tendência da sigla e ampliar essa base.

 

"A intenção é começar uma mudança estrutural e agregar prefeitos, vereadores e movimentos sociais que lutam pela pesca, por moradia, pelos direitos LGBT, por novas políticas públicas para a juventude, reforma agrária e agricultura familiar, além de unir a militância da área de cultura, comprometidos com novos marcos regulatórios para o setor", pontua Galo. Ainda segundo o parlamentar, "os governos do PT devem garantir o modo petista de governar, assim como ocorre em Conquista".

 

Internamente, o novo grupo dos petistas já se movimenta para agregar e colocar em prática um projeto de reformulação que pode criar um novo movimento político e garantir a permanência do PT como a maior agremiação do estado. A Prefeitura de Vitória da Conquista é a maior cidade que o PT governa e o deputado Marcelino Galo foi o presidente do partido quando conduziu a militância na vitória de Jaques Wagner para governador da Bahia em 2006. "As histórias se unem hoje para fortalecimento do partido e acima de tudo para garantir a continuidade de um projeto que foi iniciado pelo presidente Lula e que segue coerentemente em todo o Brasil", completa o prefeito Guilherme, que cumpriu agenda em Cuba entre os dias 2 e 7 de dezembro.

 

Ascom do deputado Marcelino Galo

www.marcelinogalo.com

71 3115 5596







Nenhum comentário: