LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 6 de março de 2013

NOTA DE REPÚDIO CONTRA A INDICAÇÃO DO DEPUTADO FEDERAL MARCO FELICIANO (PSC-SP)


NOTA DE REPÚDIO CONTRA A INDICAÇÃO
DO DEPUTADO FEDERAL MARCO FELICIANO (PSC-SP)
PARA A PRESIDÊNCIA DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS
E MINORIAS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS


O Fórum Baiano LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais), entidade estadual que reúne 84 grupos de todo o Estado que lutam por direitos humanos e por direito à livre orientação sexual e identidade de gênero, manifesta seu repúdio contra indicação do deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) para presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados.

O Fórum Baiano LGBT compreende que declarações racistas e homofóbicas perpetradas pelo parlamentar em razão de suas convicções religiosas amplamente divulgadas pela mídia nos últimos meses, entre outras posições contrárias aos direitos humanos por ele assumidas, descredencia o referido deputado para ocupar importante função democrática.
 
Por reiteradas vezes, o deputado Marco Feliciano ostentou censurável racismo em meio a pregações religiosas veiculadas na TV e amplificadas pela internet. São também de autoria do deputado assertivas não menos lastimáveis em que afirma que as relações entre pessoas do mesmo sexo levam ao ódio, ao crime e à rejeição, bem como que o casamento igualitário é uma porta aberta ao caos.

Seus posicionamentos frontalmente contrários à defesa dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, bem como sua postura racista, levam-nos a entender que, tendo Marco Feliciano como presidente, a CDHM não estará aberta ao diálogo com segmentos minoritários e marginalizados da sociedade que, a priori, deveria defender.
 
Desse modo, o Fórum Baiano LGBT conclama o VOTO CONTRÁRIO A INDICAÇÃO DO DEPUTADO FEDERAL MARCO FELICIANO (PSC-SP) PARA A PRESIDÊNCIA DA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS E MINORIAS DA CÂMARA DOS DEPUTADOS.
 

Salvador, 5 de março de 2013
Colegiado do Fórum Baiano LGBT

FÓRUM BAIANO LGBT e suas 84 filiadas:
  1. Adé Diversidade (estadual)
  2. Argila - Grupo Gay de Conceição do Almeida
  3. ASMUSASDECA – Casto Alves
  4. Associação Beco das Cores/ABC LGBT – Salvador
  5. Associação CACTUS LGBT de Irecê
  6. Associação da Parada Gay de Feira de Santana/APGFS – Feira de Santana
  7. Associação das Travestis de Camaçari/ASTRACAM – Camaçari
  8. Associação de Gêneros e Raça/AG8SAJ – Santo Antônio de Jesus
  9. Associação de Mulheres Amigas de Cruz das Almas / AMA – Cruz das Almas
  10. Associação de Travestis de Salvador – ATRAS
  11. Associação em Defesa do Amor/ADAMOR – São Sebastião do Passé
  12. Associação LGBTT Laleska di Capri – Salvador
  13. Associação Pro-Homo – Salvador
  14. CA de História Luiza Mahin /UFBA(Universitária) – Salvador
  15. Cavaleiros de Shangrilah – Castro Alves
  16. Coletivo LesBiBahia (estadual)
  17. Comitê Desportivo LGBT Bahia (estadual)
  18. Congregação Mãe de Deus – Simões Filho
  19. Diretório Central dos Estudantes/DCE-UFBA – Salvador
  20. Diversidade Amar - São Francisco do Conde
  21. GGB (estadual)
  22. GRITTE - Mata de São João
  23. Grupo Autor da Vida – Ubaitaba
  24. Grupo Caxixis Coloridos de Aratuípe - Aratuípe
  25. Grupo Contra o Preconceito - CIA, em Simões Filho
  26. Grupo de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros de Jequié / LGBTSOL
  27. Grupo Diversidade Alagoinhas/GDA
  28. Grupo Diversidade Sapeaçuense – Sapeaçu
  29. Grupo Felipa de Souza – RMS
  30. Grupo Fênix – Pojuca
  31. Grupo Gay das Residências (GGR) – Salvador
  32. Grupo Gay de Camaçari/GGC – Camaçari
  33. Grupo Gay de Lauro de Freitas – GGLF
  34. Grupo Gay de Ruy Barbosa/GGRB
  35. Grupo Gay de Simões Filho/GGSF
  36. Grupo Homossexual de Periferias/GHP – Salvador
  37. Grupo Humanus – Itabuna
  38. Grupo INTIMUS - Tancredo Neves
  39. Grupo Lésbico Lilás – Lauro de Freitas
  40. Grupo LGBT OMNI – Cruz das Almas
  41. Grupo Liberdade, Igualdade e Cidadania LGBT/GLICH – Feira de Santana
  42. Grupo Livre – Itaberaba
  43. Grupo Olho de Horus – Dom Macedo Costa
  44. Grupo Prisma – Lauro de Freitas
  45. Grupo Realidade Colorida - Camaçari
  46. Kiu! – Coletivo Universitário pela Diversidade Sexual – Salvador
  47. Kizomba Arco-Íris (estadual)
  48. Núcleo de Educação e Promoção à Saúde/NEPSI – Ilhéus
  49. Núcleo de Estudos de Gênero e Sexualidade da UNEB/NUGSEX DIADORIM(estadual)
  50. Organização Homossexual de Alagoinhas/OHGA
  51. Quimbanda Dudu – Salvador
  52. Rede Afro LGBT (estadual)
  53. Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids – Bahia/RNP+ - Salvador
  54. SAPHOS – Ilhéus
  55. Associação dos Renais Crônicos e Transplantados do Sul da Bahia/ARCROETSULBA – Ilhéus
  56. Coletivo Corphus (Universitária) - Teixeira de Freitas
  57. Diálogo e Diversidade Sexual – Salvador
  58. GAMAR – Amargosa
  59. Grupo Adé Diversidade Colibri – Morro do Chapéu
  60. Grupo Dignidade e Diversidade/GDD – Governador Mangabeira
  61. Grupo EROS - Ilhéus
  62. Grupo Fênix - Pojuca
  63. Grupo Gay de Catu - GGCAT
  64. Grupo Gay de Muniz Ferreira - Pedra das Cores
  65. Grupo Gay do Oeste da Bahia/GGOB – Barreiras
  66. Grupo Gay Pérolas Negras - Santo Antônio de Jesus
  67. Grupo Líberos Avante – Dias D'Ávila
  68. Grupo SAD/Sou Assim e Daí? - Candeias
  69. Grupo SAFO – Vitória da Conquista
  70. Movimento de Articulação Homossexual de Paulo Afonso / MAHPA
  71. Projeto Sociocultural Fênix – Salvador
  72. Arco Íris - Grupo LGBTS de Madre de Deus, Ilha dos Frades e Bom Jesus dos Passos
  73. Associação Cultural Graúna – Itabuna
  74. Coletivo Finas de Vitória da Conquista
  75. Coletivo LGBT da UFRB (universitária)
  76. Coletivo Nacional das Juventudes Negras - Enegrecer (estadual)
  77. Diretório Acadêmico de Pedagogia da UFRB
  78. Grupo Gay de Pernambués
  79. Grupo HUMANIZAR-SE – Alagoinhas
  80. Grupo LGBT Glamour - Cruz das Almas
  81. Grupo Pégassus - Dias D'Ávila
  82. Instituto Olho de Piche – Salvador
  83. Movimento de Lésbicas e Bissexuais da Bahia
  84. NUDESC - Núcleo de Desenvolvimento Social e Cultura da Bahia/Salvador

Nenhum comentário: