LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 15 de maio de 2013

MP EXPÕE AS TRIPAS: DANTAS E PMDB


MP EXPÕE AS TRIPAS: 
DANTAS E PMDB

A sexta economia do mundo foi sitiada por um empresário e um deputado, unidos a beira-mar

A discussão sobre a MP dos Portos é saneadora.

Botou para fora as tripas do Daniel Dantas e do PMDB.

Daniel Dantas está no centro da República.

Instalado no Judiciário – clique aqui para ver irretocável vídeo do jornal nacional que Gilmar Dantas (*) ignorou para dar o segundo HC Canguru -, no Legislativo e no Executivo.

O deputado Anthony Garotinho lançou apenas um fósforo na gigantesca fogueira.

É por causa dele que ainda não se legitimou a Operação Satiagraha.

Agora, se vê que Dantas está de corpo e alma na “emenda aglutinativa” do deputado Eduardo Cunha.

Ele é quem move o Pauzinho do Dantas.

O que demonstra sua monumental ousadia.

Ele cercou o Congresso, imobilizou-o e colocou o Governo Federal à beira do precipício.

Se a MP dos Portos não fosse aprovada, isso significaria que um único homem, um único empresário, produto do consórcio PSDB/PFL, da aliança Fernando Henrique-Antonio Carlos  Magalhães, robustecido pela Privataria, pode derrotar uma República.

Que país é esse ?

A Sexta Economia do Mundo aos pés de um empresário que ninguém vê, ninguém cita.

Invisível.

No PiG (**), é proibido dar invocar nome.

Nunca se sabe se o patrão tem conta num banco dele (em território nacional, claro !).

Porque ele é onipresente.

As tripas expostas também são as do PMDB.

Que, agora, se vê, como o PSDB e o DEM, dança o minueto do Dantas.

O partido que sustenta a governabilidade, que dá o vice-presidente da República não merece nenhuma confiança.

Porque é capaz de fazer emendas que aglutinem interesses variados.

Eduardo Cunha de Furnas, da CEHAB, Refinaria de Manguinhos, do Real Grandeza, esse Herói da Serra do Facão.

Qual é a base de apoio da Presidenta Dilma ?

Como diz o professor Wanderley Guilherme é uma baleia que dá poucos filhotes.

Que se deixa sitiar por um único empresário e um único deputado.

Bendita MP dos Portos.

As tripas estão à luz do sol.

E fedem.

Paulo Henrique Amorim

(*) Clique aqui para ver como um eminente colonista do Globo se referiu a Ele. E aqui para ver como outra eminente colonista da GloboNews e da CBN se refere a Ele. E não é que o Noblat insiste em chamar Gilmar Mendes de Gilmar Dantas ? Aí, já não é ato falho: é perseguição, mesmo. Isso dá processo…

(**) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

Nenhum comentário: