LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

sexta-feira, 24 de maio de 2013

O alvo errado do Millenium


O alvo errado do Millenium

23 de Maio de 2013 | 22:36
Hoje começou outra rodada de protestos contra os impostos na gasolina, com a ação de um posto de combustíveis de Belo Horizonte, que vendeu o produto por R$ 1,835, contra o preço normal de R$ 2,799.
O posto é o único que participa, faz tempo, do movimento organizado desde 2003 (curioso, não é? Não tinha imposto com FHC?) pelo Instituto Millenium,  sustentado por grandes empresas – inclusive de mídia – e notória vinculação à cartilha neoliberal pela qual reza o tucanato.
Acontece que a turma do Millenium deveria pensar que essas ações podem ser um tiro no pé do seu pré-candidato Aécio Neves, que fixou as alíquotas de imposto sobre combustíveis em Minas Gerais. Lá, o ICMS sobre combustíveis é até maior (27%) que o cobrado na maioria dos Estados, que taxam a gasolina em 25%.
Os impostos federais representam apenas 10%, menos da metade dos estaduais. E só na gasolina, porque a União zerou a alíquota tributária no etanol.
O gráfico aí de cima é retirado do excelente blog Infopetro, do Grupo de Economia da Energia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Dispensa explicações.
Portanto, é bom o pessoal do Millenium ir bater na porta do governador Antonio Anastasia ou de seu “elegedor” Aécio Neves.
Fonte: Tijolaço

Nenhum comentário: