LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Lula vai voltando ao debate. Com uma sinceridade invencível.

lulacarta


10 de outubro de 2013 | 12:52
Luis Inácio Lula da Silva deu uma entrevista de meia hora, para marcar a reformulação do site Carta Maior, na qual defende a importância da política contra a imaturidade dos que a rejeitam.
Ele não desce ao rame-rame do noticiário eleitoral, mas mostra que será uma força avassaladora quando, daqui a pouco, o debate sobre as eleições deixar as colunas políticas e ganhar as ruas.
Ele próprio diz: “eu estou aí, com mais vontade do que nunca”
E vai estar cada vez mais.
Nós precisamos tomar cuidado com o analfabeto político, que náo tem coragem de dizer em quem votou nas últimas eleições. Eu fui assim, com minha barba preta e bonezinho.
Dois anos depois, eu estava fundando um partido político.
O político bom está dentro da gente.
O momento é da gente ir pra cima do debate. E ter consciência de que esse movimento todo é fruto da ascençao deste país.
A política é a única força que rivaliza com o mercado.
Assista:
Por: Fernando Brito - TiJOLAÇO

Nenhum comentário: