LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

domingo, 18 de maio de 2014

PSDB e DEM: "somos os mesmos

PSDB e DEM: "somos os mesmos"


Tem sido noticiado que o pré-candidato do PSDB, Aécio Neves, afirmou que o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e o Democratas (DEM)são a mesma coisa(link is external), durante almoço na capital paulista nesta sexta-feira (16).
Como o Muda Mais não estava presente e gosta de checar sempre a informação que divulga, para não compartilhar inverdades, buscamos a informação diretamente no PSDB, mesmo com a notícia replicada em diversos veículos da mídia tradicional. Matéria do site do partido(link is external) afirma que, em encontro com lideranças do DEM, Aécio disse: “Não haverá na caminhada qualquer distinção entre tucanos e democratas. Somos os mesmos”.
Então, ele disse mesmo. E o Muda Mais resolveu escrever a respeito, para esclarecer por que se consideram iguais:
- Em 2007, PSDB e DEM se uniram para votar contra a CPMF que, na proposta do governo federal,  passaria a ter o recurso destinado para a saúde. Seriam R$ 40 bilhões por ano a partir de 2008. 
- O DEM entrou com Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra o ProUni. Segundo eles, a reserva de parte das bolsas por critérios sociais e raciais iria contra o princípio de isonomia entre os cidadãos. Eles também questionaram o fato de o ProUni ter sido criado por uma medida provisória, já que não poderia se aplicar os requisitos de “relevância e urgência” ao programa. A ação foi julgada improcedente. Hoje, quase 1,5 milhão de bolsas já foram concedidas pelo ProUni. São pessoas que não teriam acesso ao ensino superior caso a ação do DEM fosse julgada procedente.
- O PSDB, apesar de reivindicar para si a paternidade do Bolsa Família, sempre critica o programa, difundindo inclusive algumas inverdades, como quando o então senador Arthur Virgílio afirmou em discurso no plenário do Senado que "o programa distribui dinheiro a fundo perdido, sem nenhuma exigência de contrapartida educacional, sem nada, quase que uma esmola eleitoreira". Informação que já mostramos não proceder na matéria Bolsa Família: por que é necessário.
O senador Álvaro Dias, também do PSDB, foi ainda mais longe, ao afirmar que “o Bolsa Família mantém na miséria porque estimula a preguiça. Há gente que não quer trabalhar porque não quer ter carteira assinada e perder o benefício”. Mais uma vez, matéria doMuda Mais mostra o equívoco, com dados e fatos concretos de pessoas que trabalham, mas continuam recebendo o benefício enquanto não têm condições de se sustentar apenas com a renda de suas atividades e outras que devolveram o cartão quando atingiram condições para tal. Como pode um partido que se diz social democrata ser contra um programa que contribuiu para que 36 milhões de pessoas saíssem da miséria, como fez o Bolsa Família?
Esta é a linha de atuação dos dois partidos, PSDB – de Aécio Neves – e DEM, que vão caminhar juntos nas próximas eleições e prometem até mesmo medidas impopulares caso sejam eleitos. Pelo menos, não podemos acusá-los de incoerência: o que fizeram no passado têm prometido voltar a fazer se tiverem oportunidade.
Fonte: mudamais.com

Nenhum comentário: