LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Marcelino Galo defende retorno do 2 de Julho ao Aeroporto e conversa com secretário sobre bloqueio de celular nos presídios




Marcelino Galo defende retorno do 2 de Julho ao Aeroporto e conversa com secretário sobre bloqueio de celular nos presídios

Em encontro com o secretário estadual da Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), Nestor Duarte, durante o desfile do 2 de Julho, o deputado estadual Marcelino Galo (PT) conversou sobre o projeto de lei que obriga as operadoras de telefonia celular a instalarem, por conta própria, bloqueadores de sinal nos presídios baianos. A matéria de autoria do petista foi aprovada por unanimidade segunda-feira (30) pela Assembleia Legislativa e aguarda sanção do governador. "O secretário Nestor Duarte comemorou a aprovação do nosso projeto, e me cumprimentou por ter apresentado a proposição no parlamento. Ele considera mais uma importante medida de enfrentamento ao crime organizado nos presídios", afirmou Galo, que durante o cortejo ao Dois de Julho esteve acompanhado por 400 apoiadores do Movimento de Luta por Moradia Digna.  
 
2 de Julho - Sobre a independência do Brasil na Bahia, Marcelino lembrou que a história de resistência em favor da autonomia e liberdade brasileira deve ser lembrada diariamente, e defendeu o retorno do 2 de Julho ao Aeroporto Internacional de Salvador.
"A mobilização da sociedade e das forças políticas democráticas do nosso Estado precisam permanecer ativas para que o Projeto de Lei (PL) 6106 entre na pauta de votação do Congresso Nacional e o Aeroporto de Salvador volte a ser 2 de julho! A memória, o sangue e a história dos heróis da independência do Brasil na Bahia merecem ser sempre reverenciada, visto que com tiranos não combinam brasileiros corações", pontuou Galo.  
 
-- 
Foto divulgação / Daniel Ferreira

Assessoria de Comunicação Deputado Marcelino Galo (PT). 

Telefones: Daniel Ferreira (71) 883509-29 (claro) / 9637-3154 (vivo) / Keila Ramos (71) 8728-7621 / Charles Carmo  (71) 9990-2970 

Nenhum comentário: