LULA 2018

"Lula é odiado porque deveria dar errado e deixar em paz as elites para seguirem governando o Brasil por muito tempo. Um ódio de classe porque ele é nordestino, de origem pobre, operário metalúrgico, de esquerda, líder máximo do PT, que deu mais certo do que qualquer outro como presidente do Brasil. Odeiam nele o pobre, o nordestino, o trabalhador, o esquerdista. Odeiam nele a empatia que ele tem com o povo, sua facilidade de comunicação com o povo, a popularidade insuperável que o Lula tem no Brasil. O prestígio que nenhum outro político brasileiro teve no mundo", diz Emir Sader, em resposta aos que já o apontam como ameaça à democracia, de olho em 2018; "Quem odeia o Lula, odeia o povo brasileiro, odeia o Brasil, odeia a democracia"

REVISTA BR247 EDIÇÃO #29 - 6 DE MARÇO DE 2015

quarta-feira, 2 de março de 2016

Avante define apoio a pré-candidaturas em Salvador, Jacobina, Juazeiro, Itabuna, Camaçari e mais 80 cidades

Avante S21, nova corrente interna do Partido dos Trabalhadores que reúne dissidências das tendências Movimento PT, Construindo um Novo Brasil, Brasil Socialista, Democracia Socialista e o Grupo Política Solidária, definiu neste sábado (27), durante seu primeiro seminário estadual, a sua tática eleitoral para as eleições deste ano e o apoio a pré-candidaturas a prefeito e vereador nas principais cidades da Bahia.

As pré-candidaturas ao executivo tiradas como prioritárias são as do Ministro da Cultura Juca Ferreira para a prefeitura de Salvador, do ex-deputado federal Amauri Teixeira à prefeitura de Jacobina, do deputado federal Luiz Caetano em Camaçari, Doutor Osvaldo, em Jaguaquara,professora Angélica e professor Valdecir às prefeituras, respectivamente, de Juazeiro e Santa Maria da Vitória. Além delas, à reeleição do prefeito de Jitaúna, Edson Silva, também do PT, a pré-candidatura de Geraldo Simões a prefeitura de Itabuna e candidaturas as Câmaras de Vereadores, entre elas a prioridade em eleger o Ouvidor Geral do Estado e ex-deputado Yulo Oiticica a Câmara Municipal de Salvador. A nova tendência também terá candidatos ao legislativo em 83 cidades, num total de 120 candidatos em toda Bahia. 

De acordo com o deputado estadual Marcelino Galo, uma das lideranças da Avante S21 na Bahia, a definição do apoio da corrente às pré-candidaturas aos executivos e legislativos municipais faz parte da estratégia da tendência, afinada com o governo e o PT, de fortalecer as disputas nas cidades com candidaturas competitivas, com densidade eleitoral, que possuem capacidade "política e administrativa" de transformar as cidades através do controle social de políticas públicas e do fortalecimento da participação popular.  

 "A Avante está totalmente afinado com o PT e com o governo do estado em 2016. A nossa tática eleitoral é de lançar candidatos nas principais cidades da Bahia, onde temos força social e eleitoral. Esse conjunto de pré-candidaturas demonstra  o que significa o crescimento político dessa organização que reúne  5 grupos numa nova tendência que já nasce com  capacidade de influência geopolítica em todo o estado. É importante ressaltar nesse contexto as candidaturas do companheiro Amauri Teixeira, em Jacobina,  e Juca Ferreira, em Salvador. Dois candidatos que demostram nossa condição de influenciar decisivamente nos rumos da política e da eleição em 2016 no estado da Bahia", afirmou Galo.  


Texto e fotos divulgação / Daniel Ferreira

Assessoria de Imprensa


​Recebido por e-mail​




Nenhum comentário: